Pages Navigation Menu

Cruzeiros de A à Z


Avaliação MSC Magnifica – 8 º dia – o desembarque

Fizemos a avaliação do MSC Magnifica desde o embarque, ficamos surpresos com a cabine  e tratamos de conhecer o navio, logo no primeiro dia. No segundo dia  aproveitamos o dia de navegação, já no terceiro desembarcamos em Punta del Este e curtimos uma das tantas festas oferecidas à bordo. No quarto e quinto dias passamos em Buenos Aires e nos divertimos com a surpresa da Festa Italiana, no sexto conhecemos Montevidéo e no sétimo dia além de descansar ficamos às voltas com a arrumação da bagagem.

Acordamos cedo, pois a orientação era de deixar a cabine antes das 8:00. Guardamos os itens de uso pessoal e os pijamas na mala de mãos e aproveitamos mais um pouquinho da vista da nossa cabine e a chegada ao Porto de Santos… Nem acredito que já vamos desembarcar. O tempo voou e decididamente não quero ir embora… Pronto, já fiz minha cena, minha pirraça, agora não tem jeito. Tempo fechado e chuvoso, acho que se estivesse sol eu ia até chorar…

Chegada ao porto de santos

 

Desfrutamos do último e delicioso café da manhã a bordo, já com nossas malas de mão e de lá direto para o ponto de encontro para desembarque, que estava escrito no jornalzinho, deixado na cabine na noite anterior. Lembra? Tudo está escrito no jornalzinho!!!

Conforme a cor da etiqueta, que recebemos na véspera para colocar na nossa bagagem, nos dirigimos ao teatro e esperamos sermos chamados, sempre pela cor. Pelo que percebi a ordem de desembarque (cores das etiquetas) é conforme o tipo de cabine, sendo que os  hóspedes com necessidades especiais desembarcam primeiro.

Aqueles que optaram pelo pagamento das despesas no navio em dinheiro, precisam passar na tesouraria para fazer o acerto. Seja para pagar o que falta, seja para receber o reembolso. E a fila é enorme! Por isso, novamente, eu sugiro, pague com cartão!

As bebidas que compramos e foram guardadas pela tripulação deveriam ser pegas nesse momento. Quem tinha mais do que seis garrafas retirava bem na saída do navio e menos de seis garrafas em um dos bares. Nós embarcamos um dia com seis garrafas e em outro com uma que ganhamos de presente, tivemos um pressentimento de que não estariam juntas e adivinha? Bingo! Pegamos a garrafa sozinha no bar e as outras na saída.

Demorou um pouco, cerca de 1h e 30 min, e chamaram  a nossa cor (amarela), lá fomos nós, entramos na fila pegamos a caixa de garrafas e desembarcamos em seguida, aperto no coração era o fim da nossa viagem… ou pelo menos da parte divertida dela, pois ainda teríamos que ir para São Paulo.

No terminal de desembarque aquele susto: um mar de malas!!!! Todas separadas pela cor das fitas, apesar da quantidade, não foi difícil encontrar as nossas. A confusão no terminal era grande, pois ao contrário do embarque, nosso navio não era o único a chegar em Santos, eu calculo de oito à dez mil pessoas!!!!

Fomos direto procurar van que nos levaria de volta ao estacionamento para pegar o carro. E aí que começou o único momento de stress de toda a viagem.

Problemas com o estacionamento do porto de Santos Mendes Convention Center

Para começar chovia e as empresa que fazem esse tipo de serviço não podem entrar no terminal, então tivemos que ir para o lado de fora e esperar a van chegar na chuva, de mala e cuia. Esperamos, e esperamos, e esperamos… 1 hora e 30 minutos depois de sairmos, com o terminal praticamente vazio (sim oito mil pessoas!), chegou a van!

Ocorre que o estacionamento do porto de Santos Mendes Convention Center, esperava a van ficar cheia de passageiros que iriam embarcar naquele dia, para então ir ao porto pegar os que estavam desembarcando. Não havia onde ficar abrigado da chuva, os funcionários não sabiam dar informações e nós reféns da situação. Pior, era visível que pela quantidade de pessoas e de malas não caberia tudo em uma van só. Na verdade nós só conseguimos embarcar pois umas três pessoas decidiram pegar um taxi até o estacionamento do Mendes Convention Center pegar o carro e retornar ao porto para pegar as famílias.Um stress sem fim, sem contar que eu e meu marido íamos para São Paulo, mas tinham pessoas que ainda iriam enfrentar 600km de estrada. Total falta de respeito!

Como se não bastasse todo o transtorno chovia dentro da van!!!

Van Mendes Convention Center

Com todo cansaço e stress ainda deu para me despedir do MSC Magnifica pela janela e ter a certeza que esse seria o primeiro de muitos cruzeiros que virão!

Avaliação-do-MSC-Magnifica-8dia

Depois de andar um bocado pela cidade, pois o estacionamento do porto de Santos Mendes Convention Center não é muito perto do porto, chegamos, pagamos e pegamos nosso carro. Sem receber sequer um pedido de desculpas.

estacionamento mendes convention center

 

Pretendemos fazer um post falando só sobre as opções de estacionamento nas diversas cidades onde existe embarque, por enquanto deixamos o relato negativo da nossa experiência.

Sobre a escolha do estacionamento

Fizemos uma grande pesquisa sobre o melhor meio de chegar à Santos. O melhor custo benefício foi usar o carro, partimos então para a escolha do estacionamento.

Depois de várias pesquisas chegamos ao Mendes Convention Center. Não percebemos que as vagas são externas, o que não nos agradou, mas nesse caso, a culpa foi nossa. Apesar do site informar 10 minutos até o porto o percurso dura mais tempo e nem de longe a van que faz o transporte se parece com o mostrado nas fotos. Para completar tivemos todo o problema relatado.

A diferença de preço entre os estacionamentos é pequena, portanto nossa recomendação é que experimente outro. Definitivamente não recomendamos o estacionamento do porto de Santos Mendes Convention Center.

Retornamos bem para São Paulo e passamos pelo menos um dia inteiro com a sensação que estávamos balançando no Navio. A viagem foi incrível, no próximo post você poderá acompanhar nossa avaliação item a item. Aproveitamos para convidá-lo a fazer o relato da sua viagem para nós na seção Diário de Bordo. Quanto mais relatos tivermos mais informações disponíveis teremos para ajudar aos leitores a decidir e programar o próximo cruzeiro.

Conte para nós: qual o próximo cruzeiro que você gostaria de ver a nossa avaliação?


4 Comments

  1. Olá, Denise. Adorei as suas dicas. Estou para comprar um pacote com o mesmo destino que o que você fez, e seus comentários sanaram a maioria das minhas dúvidas, porém ainda não consegui esclarecer sobre a compra dos pacotes de bebidas e das excursões. Sei que se pode comprar no navio, mas queria fazer com antecedência. A CVC não me da a opção de acrescentar esses pacotes. Sou de BH e não sei de outro lugar para comprar o pacote da viagem. Você comprou em loja física ou pela internet? Qual empresa te deu a opção de acrescentar os pacotes de bebidas e excursões? Desde já agradeço. Abraços!

    • Oi Bárbara,

      Tenho uma agente de viagens que nos atende e cuidou de tudo.
      Estamos em São Paulo e não sei se ela atende a sua região, de qualquer forma entre em contato com ela pelo e-mail: [email protected].

      Abraços

      Denise Carceroni

  2. O
    Vamos fazer este cruzeiro em 23 de março. Vamos eu, meu marido e meu filho de 1 ano. Vc saberia me dizer se eles tem algum cardápio para bebês? e cadeirinha para bebê no restaurante? (não aquela cadeira para crianças, mas a de bebês com cinto de segurança). Posso levar o bebê para as festas noturnas tb? Posso levar o carrinho nos passeios em terra? A maior parte das minhas dúvidas estão relacionadas ao meu filho, por isso, gostaria de saber se devo ter algum cuidado especial com ele durante os passeios em terra.
    Obrigada!

    • Cara Luciana,

      Sim o navio possuiu cardápio para crianças, que deve ser solicitado na sua reserva, veja isso com seu agente de viagem. Quanto a cadeira não reparamos se está disponível, mas acredito que o maitre tenha alguma solução adequada.

      Quanto as festas noturnas o grande problema é o barulho e crianças nessa idade tem ouvidos muito sensíveis.

      Quanto ao carrinho nos passeios não vejo problemas, só imagino que no caso de Punta Del Este que o desembarque é por barco, isso daria mais trabalho.

      Depois se puder contar como foi a sua viagem no nosso Diário de Bordo (http://www.nonavio.com.br/diario-de-bordo/)

      abraços, obrigado pela visita e boa viagem,

      Fabiano

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *