Pages Navigation Menu

Cruzeiros de A à Z


Avaliação: MSC Magnifica – 5º dia – Mi Buenos Aires querido!

Fizemos a avaliação do MSC Magnifica desde o embarque, ficamos surpresos com a cabine  e tratamos de conhecer o navio, logo no primeiro dia. No segundo dia  aproveitamos o dia de navegação, já no terceiro desembarcamos em Punta del Este e curtimos uma das tantas festas oferecidas à bordo. No quarto dia chegamos cedo em Buenos Aires e fomos às compras.

Quinto dia e continuamos no nosso destino predileto para passear, Buenos Aires! Tínhamos um compromisso agendado, almoço com nossos queridos amigos Bernando e Cláudia. Como o encontro seria próximo à Calle Florida, decidimos dar uma volta pela região. Saímos depois do delicioso e costumeiro café da manhã.

Optamos por sair caminhando do terminal de embarque. É bom frisar que foi avisado, à todos no navio, que tratava-se de uma região perigosa e que deveríamos evitar sair de lá à pé. Contudo no horário que saímos haviam muitas pessoas caminhando pela rua, quem está habituado a caminhar no centro da cidade de São Paulo ou do Rio de Janeiro, provavelmente não terá problema. Nada de câmeras, celulares, mochila nas costas, carteira no bolso de trás, os cuidados  básicos de sempre.  Qualquer região portuária merece cautela.

No caminho passamos por uma estação de trem antiga e linda chamada Retiro, de lá saem trens para várias partes da Argentina. Fiquei encantada com a arquitetura do lugar, que só pudemos conhecer por termos saído à pé.

Estação Retiro

Caminhamos mais um pouco e chegamos na Florida, depois de passear pela região, visitando algumas livrarias (livros são baratos na Argentina) fomos até a Galerias Pacífico, o templo de compras dos turistas em Buenos Aires com lojas lindas e preços salgados. De qualquer forma vale a pena conhecer pela arquitetura do local.

Galerias Pacifico

Galerias Pacifico (foto:365.com/créditos)

O restaurante escolhido pelo nosso casal de amigos chama-se Como en Casa que fica no Patio do Convento Santa Catalina, em frente a Galerias Pacífico. Comida excelente e o lugar lindo! Aproveitei para fazer uma oração na igreja e me emocionei com o lugar.

Como en Casa

Como en Casa – Pátio do Convento Santa Catalina

Com mais essa estada em Buenos Aires no currículo voltamos para o navio pois o horário marcada para que todos estivessem à bordo era 17:30. Deixamos a garrafa de vinho que recebemos com a simpática Anne, brasileira membro da tripulação, muito simpática que nos atendeu algumas vezes no café e nos recepcionava novamente na entrada do navio. É claro que não pôde faltar a piadinha por estarmos levando mais uma garrafa de vinho!

Enquanto a equipe de animação se preparava para a festa Tchau Tchau Argentina, nós fomos ao deck 7 olhar os procedimentos para zarpar. Passava do horário combinado e continuavam a chegar ônibus lotados de hóspedes, o tempo passando, os ônibus rareando. Recolheram as tendas, uma escada para embarque quando anunciaram o nome de seis passageiros pedindo para que entrassem em contato com a recepção. Nessa hora olhei para meu marido disse: – Essas pessoas não estão a bordo… Bingo! Eram quase 18:40 quando chega mais um ônibus com os seis dentro, ouvimos uma saraivada. Eles estavam apenas uma hora e dez minutos atrasados, total falta de respeito. Quase ficaram uma vez que já estavam recolhendo a segunda escada.

Se você é tão curioso quanto nós somos assista ao vídeo para ver como fazem para recolher as escadas do navio!

Finalmente estávamos a caminho de nossa próxima parada: Montevideo. Depois de uma volta pelo navio, fomos curtir o por do sol portenho da varanda da nossa cabine. Descansamos, tomamos banho e nos preparamos para mais uma noite. A festa hoje era italiana.

E vale um post a parte! Não deixe de ler!


2 Comments

  1. Olá!

    Adorei a sua avaliação… Farei essa viagem em dezembro e gostaria de algumas dicas.. Qual é a melhor moeda para levar? Compensa eu fazer o câmbio por dólares aqui e fazer o câmbio em cada país, ou levar reais e fazer o câmbio, ou levar meu cartão de débito/crédito?

    Agradeço!

    • Olá Luana,

      Na Argentina pode levar Real Mesmo e fazer a conversão pelo câmbio paralelo, só tome cuidado como trocar, tem muito dinheiro falsificado. No Uruguai os lugares mais turísticos aceitam tanto real quando dólar.

      Obrigado pela visita e boa viagem,

      Fabiano

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *